Manobras de diversão

Escola Portuguesa

Governo vai aprovar as alterações à lei laboral, num pacote que prevê também o estudo de “novos modelos de organização do trabalho, incluindo experiências como a semana de quatro dias em diferentes setores e o uso de modelos híbridos de trabalho presencial e teletrabalho”. Segundo Ana Mendes Godinho, para já a semana de quatro dias vai ser estudada apenas para aplicação no setor privado, com experiências-piloto, “voluntárias, apenas”, de acordo com o Diário de Notícias.

A semana de quatro dias laborais dominou a discussão pública sobre eventuais alterações à lei laboral. E, no entanto, trata-se de algo que não foi nem irá ser proximamente ser decidido. A única coisa são experiências-piloto, de carácter voluntário, e das quais o Governo logo à partida se descarta: deverão ocorrer apenas no sector privado.

Trata-se, como é bom de ver, de um clássico número de ilusionismo político: lança-se uma proposta inócua, mas atractiva, para…

View original post mais 230 palavras