Gabriela Vila Real no facebook

O Sr. ministro sempre pode ir à minha escola ensinar-me como faço para dar aulas a alunos com diferentes ritmos de aprendizagem, e ainda aqueles que têm muitas dificuldades para aprender e mais os alunos com necessidades específicas. Ou seja, estes dois últimos grupos tenho de dar apoio individualizado dentro da sala de aula. Se me quiserem clarificar e demonstrar como faço para dar os conteúdos programáticos ao grande grupo e os outros conteúdos para alunos com dificuldades e com necessidades específicas, tudo na mesma sala e ao mesmo tempo, agradeço. Só sou uma! E também sou humana… É verdade que todos têm capacidade para aprender, mas para que isso aconteça com sensatez, rigor e profissionalismo, não é de certeza com um só professor dentro da sala a dar resposta a todos os alunos ao mesmo tempo! Aguardem baixas médicas nos próximos tempos! Sou a favor que alunos com necessidades específicas tenham de estar na sala de aula todos os dias, mas uma hora a realizarem por exemplo, algumas atividades com os colegas da turma, atividades essas que vá ao encontro das suas capacidades (trabalhar as emoções, afetos, temas como o bullying, preservar e cuidar da natureza…tanto a fazer em conjunto!) Não é o tempo inteiro a verem os colegas aprenderem conteúdos diferentes dos deles num ritmo de trabalho que não conseguem alcançar. Estes alunos percebem que não estão ao nível dos seus colegas e certamente sofrem com isso, por muito que a Professora trabalhe a inclusão dentro da sala de aula! Defendo sim, um espaço criado nas escolas para estes alunos estarem mais horas por dia, em grupo com crianças que também apresentam défices a vários níveis, com professores qualificados e especializados em Educação Especial, psicologia..E isto não é exclusão, é sim dar resposta às necessidades destas crianças com patologias que conferem uma atenção mais individualizada e personalizada. Crianças mais capazes e felizes! Isto sim é para mim uma escola inclusiva.

2 opiniões sobre “Gabriela Vila Real no facebook”

  1. A Gabriela tem toda a razão. As experiências que tenho feito mostram que esses alunos precisam de um professor específico para os acompanhar nas aulas, enquanto o prpfessor principal trabalha com o grande grupo, além de que essas turmas têm de ser mais pequenas, evidentemente.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s