Bollocks! (mais de 62.000 alunos começam hoje as provas de aferição)

O Meu Quintal

Processo de classificação do estudo amostral da aferição das aprendizagens do 2º, 5º e 8º anos /2021 — Informação destinada às direções e professores classifica

(começam amanhã as convocatórias… e mandam o aviso para as escolas no domingo à noite!)

View original post

Lutar por uma aposentação digna…

Sou vítima de discriminação reconhecida pelo 1° ministro

Primeiro Ministro reconhece que há discriminação com os monodocentes

https://eduprofs.blogspot.com/2017/06/primeiro-ministro-reconhece-que-ha.html

Maioria dos sindicatos de professores não admitem desigualdade de tratamento na aposentação e recusam negociar sem ser em pé de igualdade para todos os docentes.

Manuais escolares voltam a ser devolvidos

Na plataforma MEGA, dedicada ao programa de manuais gratuitos, a tutela deixa claro que “a reutilização será retomada no ano letivo 2021/2022, nos moldes em que funcionou no ano letivo 2018/2019”. E acrescenta que “no final do ano letivo 2020/2021, os manuais escolares devem ser devolvidos, em data e condições a especificar futuramente”.

Aprendizagens essenciais de matemática em consulta pública

Assim, devem os interessados apresentar os contributos através do preenchimento do presente formulário.

Aceder às Aprendizagens Essenciais de Matemática – 1.º ano – aqui.
Aceder às Aprendizagens Essenciais de Matemática – 2.º ano – aqui.
Aceder às Aprendizagens Essenciais de Matemática – 3.º ano – aqui.
Aceder às Aprendizagens Essenciais de Matemática – 4.º ano – aqui.

Excesso de zelo

Numa turma de 4º ano a maioria dos alunos têm máscara. O motivo não se prende com voluntarismo, mas com idade dos alunos. No momento de fazerem 10 anos passam a ter que usar máscara. Concordo com @s professor@s que não permitem que leis mal construídas façam da sua sala um antro de discriminação etária.

Domingo

  • …Os professores são o saco de boxe de alunos, pais, diretores, funcionários, jornalistas, psicólogos, políticos e de todo o bicho careto! Ferdinando

O Meu Quintal

Os professores não devem declarar-se cansados sob risco de serem logo lembrados que se estão assim tão mal é porque estão velhos e devem dar lugar aos mais novos (quais? os que se afastaram da docência na última década?), que se calhar são uns preguiçosos sem vocação que só dão aulas porque não sabem fazer outra coisa (acusação sempre ali debaixo da pele para diversos cronistas com poiso certo na comunicação social) e que deveriam era pensar em tanta gente que tem muito menos e não se queixa (argumento nuclear da tese do nivelamento pela mediocridade das aspirações da maioria).

View original post

A história se encarregará de julgar o falhanço educativo nas escolas portuguesas

https://www.publico.pt/2021/05/30/impar/opiniao/brincar-brincar-1964364

Quando paramos para ouvir uma criança do 1.º ou 2.º ciclo descrever um dia seu, é mais ou menos assim: “Eu levanto-me pelas 7h, às 8h vou para a escola. Os meus pais trabalham muito, por isso fico no ATL a fazer os trabalhos de casa, e eles só me vão buscar ao final do dia…

A maioria dos professores têm dado o seu melhor, mas nada decide, o ministério escuda-se na autonomia e vai descartar responsabilidade. Adivinhem lá em quem vão assacar responsabilidade.