O pentaminó

Um pentaminó é um poliminó composto de cinco quadrados congruentes, conectados ortogonalmente. Existem 12 pentaminós diferentes, e eles são denominados de acordo com as letras com que se parecem . A simetria refletiva e a simetria rotativa de um pentaminó não contam como pentaminós diferentes.

A cultura avança com confiança

Teatros, salas de espetáculos e cinemas podem reabrir, já no próximo dia 1 de junho, com todas as filas ocupadas e um lugar de intervalo entre os espectadores, que serão obrigados a usar máscara. Os espetáculos ao ar livre também terão de ter lugares assinalados.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Teixeira Gomes escreve aos portimonenses no seu 160° @niversário

Carta imaginária de Teixeira Gomes aos portimonenses, ficcionada por João Ventura.

Bougie (actual Bejaia, Argélia), 27 de Maio de 2020

Caros portimonenses

Tenho sempre diligenciado manter certa aparência de ordem, na desordem da minha vida […], e se há regra que eu nunca transgredi é a que me impus, desde bastante novo, no expediente da minha correspondência» (1).

Por isso, neste dia em que festejo em Bejaia o meu 160º aniversário, pedi ao meu amigo João Ventura que, por várias vezes, me veio visitar aqui, que publicasse esta carta no jornal barlavento e, depois, a lesse no Facebook, para vos agradecer todos os encómios que me têm dedicado e, também, para vos dar conta da minha vontade «de dar a volta ao mundo», conforme, aliás, já havia confessado num bilhete postal que recentemente enviei ao meu amigo Câmara Reys.

«Acordei um dia envergonhado de o não ter ainda feito, sendo, como é, empresa de tão rápida execução. Ando a estudar o itinerário (com largada de Argel no começo da próxima Primavera [daqui a um ano, portanto, quando já não pairar no ar a ameaça do covid]) que aproveitará quanto possível os…

Os erros apontados por Santana Castilho não representam nada comparados com os benefícios dos #estudosemcasa

 “Para quem bate palmas, pouco importam a pobreza de muitas abordagens e os erros científicos. Vi uma aula de Português dominada pela leitura soletrada de um PowerPoint medíocre, onde Camões foi apresentado como coisa menor. Numa aula de História, a propósito do Renascimento, o astrónomo Nicolau Copérnico, polaco, foi associado a Itália. A Polónia, cuja origem vem do século X, foi citada como criada após a Primeira Guerra Mundial. A embaixada da Polónia protestou. Numa aula de Ciências Naturais, os transgénicos foram apontados como perigosos para a saúde e foi feita uma referência ao “uso inadequado de hormonas de crescimento nas explorações pecuárias”, quando, na verdade, as hormonas de crescimento estão proibidas para tal fim, no espaço europeu. O biólogo Pedro Fevereiro, presidente do Centro de Informação de Biotecnologia, antigo Bastonário da Ordem dos Biólogos e ex-membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, reagiu publicamente, dizendo que o que foi ensinado está errado, do ponto de vista científico, e constituiu doutrina, que não ciência. Por outro lado, numa outra aula, o sobreiro foi apresentado como árvore de folha caduca, quando é sabido que as folhas do sobreiro não caem no inverno.” Santana Castilho, reflexão quinzenal ao jornal Público

Até porque os professores nas aulas síncronas podem desfazer esses erros!

Eu cá bato palmas!

Isto Foi Um Debate Ou Um Beija-Mão?

O Meu Quintal

Clicar na imagem para aceder a um programa que revelou, entre outras coisas, um assinalável espírito de união entre os actores do sistema estabelecido em torno dos lugares-comuns, mas, ao mesmo tempo, uma enorme falta de coragem política. “Revolução”? Cruzes, credo, só na retórica, que esta gente borrava-se toda se tivesse mesmo de passar por uma.

ProsBeija

View original post

Não há almoço grátis

no blogue Arlindo

As editoras Porto Editora e Leya anunciaram que disponibilizaram todos os conteúdos educativos digitais gratuitamente durante todo o período de quarentena. Mas, em 15 de Maio, o Governo autorizou a despesa relativa à aquisição de licenças digitais de manuais, para este ano letivo (2019/20), “até ao montante global 19.768.000 euros, ao qual acresce o IVA à taxa legal em vigor”. Se as licenças são gratuitas, então o Governo está gastar dinheiro porquê?

Dia 69 – Vamos Falar Disto Mesmo A Sério? – 2

As ‘aulas’ à distância foram o remedeio possível

https://www.educare.pt/

José Eduardo Lemos, presidente do Conselho das Escolas, analisa o atual momento educativo, as orientações e decisões da tutela. Em seu entender, a comunidade escolar soube adaptar-se às circunstâncias. No entanto, é difícil e complexo ficar temporariamente sem o ensino presencial. A relação e a interação, que suportam o ato pedagógico, fazem falta.