Numa reportagem da cmtv a louvar os professores da escola do Pontal falaram pais e diretor do agrupamento

“Por “comunidade educativa” entende-se o envolvimento local.
Há uns bons anos, moderei um debate em Oeiras em que entre candidatos a vereadores estavam pelo menos dois directores e sei da troca de comentários em off com um deles e com a forma como se endeusava a si mesmo e ao seu papel de “rosto da escola” quando o director, de acordo com a lei, emana de escolha do CG que, nesse caso sim, tem representantes dos docentes por eleição directa.”

Paulo Guinote

“Criaram uma corte de escolas, diretores e replicadores que inventaram um sistema imaginario para encaixar a cartilha e assim se foram alimentando mutuamente, mas até isto, sem o marketing pago a preço de ouro pela comunidade europeia, ja começa a ser dificil manter. No entanto “eles” com o tempo parece tomarem mesmo o imaginario pelo real. Como as personagens do malade imaginaire lutam para não se confundirem com a personagem que foram imaginando. Mas a realidade superou a ação e os lugares imaginados. As personagens com a sucessão dos tempos enredam-se na sua propria ficção.”

Joaquim Colôa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s