Sul Informação – Pais algarvios contestam orientações do regresso às aulas e queriam ensino à distância

Advertisement

O novo Mundo

https://samarasolta.blogspot.com/2020/05/o-novo-mundo.html?m=1

…Novo Mundo, o velho modus operandi, mais diversificado e requintado, porque o terreno é muito mais vasto e fértil: os velhos vícios, as velhas manhas, a velha ronha, as velhas mentiras, a velha dedicação, o velho profissionalismo, a velha carolice, a velha exploração, o velho desgaste, o velho cansaço, o velho burnout… Enfim, a mesma perda!

O país das maravilhas – Paulo Guinote

O modelo de recrutamento e as condições precárias de exercício da docência em regime de contratação que levaram 6 meses sem encontrar uma pessoa disponível para leccionar para Francês à minha direcção de turma e 7 meses para encontrar alguém para Geografia (mas só à distância), vão agora permitir a contratação de docentes para o ensino presencial de disciplinas de exame do Ensino Secundário? A sério? Sério mesmo?

Contraditório Ao Artigo “Professores E Alunos Não São Irresponsáveis” — ComRegras

Dá-me pena ver jornalistas com responsabilidades acrescidas, como a deste senhor, visto ser Diretor-Adjunto do JN, vir de forma tão ligeira, misturar conceitos e responsabilidades, atribuindo-as, em concreto aos professores.O problema já está inquinado à nascença, a obstinação com os exames.Eu concordo com eles, mas o tempo em que vivemos necessitaria de soluções mais inovadoras para este problema concreto. Os exames, nesta situação de pandemia, não são de todo a melhor, talvez seja a mais fácil para aqueles que estão de rabo sentado nos gabinetes a escreverem “tratados” tolos e que só funcionam no papel. Quando chegamos à implementação de medidas verificamos, vezes demais, que não fazem qualquer sentido. O Decreto-Lei n.º 14-G/2020, é um bom exemplo disso. E que vai ficar desmontado, logo que ocorram os primeiros contágios. …

Contraditório Ao Artigo “Professores E Alunos Não São Irresponsáveis” — ComRegras