Esta profissão é assente nalgum masoquismo

Rosi Meireles Cunha (Subscrevo em absoluto tudo o que escreve). Há uma dormência aflitiva e um conformismo absolutamente esmagador. O “nim” e o “cinzento” ocuparam as mentes que nunca se deviam deixar amordaçar. Serei talvez uma daquelas personagens que vão desaparecer em 22, sem apelo ou agravo… Mas isso não me fará nunca ficar naquela zona cinzenta de conforto e segurança apesar da sensação cada vez maior de solidão neste remar contra a corrente.

Advertisement

Eleição cega de coordenador de departamento

Chegaram muitos colegas novos, não se apresentaram. Apenas lhe indicaram 3 nomes elegíveis. Toca a votar! Um deles (colega novo) votou em branco. Foi-lhe explicado que não era possível. Lá escreveu um nome a contragosto. Tal como eu, que também votei em branco. Quase no fim do escrutínio da votação, também tive de votar, sabendo que o meu voto já não decidia nada.

Municipalização da Educação adiada

Municipalização da Educação. Como está designado na Lei n.º 75/2013 quer os municípios (art.º 23.º , 2 – alínea D)  quer as freguesias (art.º 7.º, 1 – alínea c) dispõem de atribuições, designadamente, no domínio da educação.

“A municipalização da educação vai acentuar desigualdades “que já hoje existem entre territórios”, fenprof

Estas escolas seriam as mais prejudicadas! As câmaras com mais dinheiro aumentarão a qualidade do serviço educativo? Umas sim outras não!