As greves fofinhas

João Filipe Oliveira Parece que não querem ver o óbvio. A greve de um dia como força de pressão acabou. O governo, como as bactérias, desenvolveu imunidade em resultado do abuso da sua utilização. E o governo (aparentemente algum sindicalismo também) conta com a incapacidade de sustentar uma greve longa para dar esta forma de luta por extinta. Os enfermeiros encontraram uma brecha nessa muralha, mas o sistema (sindicatos incluídos) tratou de a esconder. Um pouco à semelhança do que se passou com a greve às avaliações, que foi estrategicamente colocada na prateleira para não incomodar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s